Apoiam este projeto:

quinta-feira, 24 de outubro de 2019

No Brasil, o crime compensa

Ministro da Justiça diz que pena dada pelo 
juiz  não é a mesma que será cumprida

A Polícia Civil gaúcha prendeu um homem que atacava mulheres em estacionamentos e hospitais, em Porto Alegre. De oito casos apurados, quatro terminaram com abusos sexuais.  Ele pode ser autor de outros ataques, alguns deles desde a década de 80. Este mesmo homem somava cem anos de condenações e antecedentes criminais. O juiz sabe que a pena não é real. Com as regras de progressão, só uma fração é cumprida. Em pouco tempo o criminoso acaba beneficiado e o resultado é a efetivação de uma triste realidade: no Brasil, o crime compensa. (Rádio Gaúcha)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O Nova Pauta é um blog noticioso e crítico, portanto sua opinião é sempre bem-vinda. No entanto, seu comentário não será aceito se ele contiver conteúdo de de cunho racista, discriminatório, acusativo ou ofensivo de qualquer natureza contra pessoas e instituições;

E, de preferência, identifique-se. Mantenha o nível, mostre sua inteligência e contribua para um bom debate. Assim, sua crítica será bem recebida pelos leitores se você usar o poder do argumento.

É proibida a reprodução de parte ou do todo desta publicação sem a permissão dos seus autores.

Por fim: TODOS OS COMENTÁRIOS SÃO LIDOS antes de serem publicados. E isso pode demorar. Portanto, aguarde.

Editores

João Lemes
Éder Alves
Nova Pauta