Apoiam este projeto:

segunda-feira, 4 de novembro de 2019

Bolsonaro volta a mencionar termos da ditadura em defesa do dono da Havan

Bolsonaro quer “ponta da praia” para servidores de órgãos federais ambientais. 

“Ponta da praia” era o local era destinado à execução da ditadura militar no Rio. "Eu tenho ascendência, porque os diretores, o presidente têm mandato, porque se não tivessem, eu cortava a cabeça mesmo. Quem quer atrapalhar o progresso vai atrapalhar na ponta da praia, aqui não", disse o presidente.

Ele falava sobre a dificuldade do dono da Havan, Luciano Hang, em conseguir uma licença ambiental para construção de uma loja em Rio Grande (RS).
Obs. "Ponta da praia" foi uma gíria dos militares sobre uma base para a execução de presos políticos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O Nova Pauta é um blog noticioso e crítico, portanto sua opinião é sempre bem-vinda. No entanto, seu comentário não será aceito se ele contiver conteúdo de de cunho racista, discriminatório, acusativo ou ofensivo de qualquer natureza contra pessoas e instituições;

E, de preferência, identifique-se. Mantenha o nível, mostre sua inteligência e contribua para um bom debate. Assim, sua crítica será bem recebida pelos leitores se você usar o poder do argumento.

É proibida a reprodução de parte ou do todo desta publicação sem a permissão dos seus autores.

Por fim: TODOS OS COMENTÁRIOS SÃO LIDOS antes de serem publicados. E isso pode demorar. Portanto, aguarde.

Editores

João Lemes
Éder Alves
Nova Pauta