Apoiam este projeto:

quarta-feira, 31 de outubro de 2018

Quem era quem na casa de Bolsonaro no dia da vitória?

O site Uol de notícias descreveu um a um do grupo que cercava Bolsonaro na hora da vitória, na casa dele. Lá estava Luiz Carlos Heinze (PP), deputado da região e agora senador dos mais votados.  Vejam o que o site falou sobre ele.

O gaúcho Luiz Carlos Heinze foi eleito senador pelo PP - partido que havia feito um acordo nacional com o PSDB para apoiar a candidatura de Geraldo Alckmin à Presidência, com Ana Amélia Lemos, também do RS, como sua vice.

Ministro, eu?
Heinze é deputado federal, ligado ao agronegócio. Seu nome está sendo ventilado para assumir o comando da Agricultura. Em entrevista à Reuters, antes de sair o resultado das eleições, Heinze disse que organismos internacionais na área ambiental criam barreiras para a presença de produtos agrícolas brasileiros no mundo.

Sombra do passado
Heinze também é conhecido por falas controversas. Em um evento com agricultores em 2013, disse que "quilombolas, índios, gays, lésbicas" eram "tudo o que não presta". Em 2014, disse ao G1 não ser homofóbico e negou "explorar o voto conservador”.

Negou tudo
"Não sou homofóbico. Na minha casa tem gays e lésbicas. Eu convivo com eles e não tenho preconceito. É diferente do que o Bolsonaro diz. Conheço as posições dele e não tenho nada a ver com isso. Botaram na minha boca palavras que eu não queria”, disse.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O Nova Pauta é um blog noticioso e crítico, portanto sua opinião é sempre bem-vinda. No entanto, seu comentário não será aceito se ele contiver conteúdo de de cunho racista, discriminatório, acusativo ou ofensivo de qualquer natureza contra pessoas e instituições;

E, de preferência, identifique-se. Mantenha o nível, mostre sua inteligência e contribua para um bom debate. Assim, sua crítica será bem recebida pelos leitores se você usar o poder do argumento.

É proibida a reprodução de parte ou do todo desta publicação sem a permissão dos seus autores.

Por fim: TODOS OS COMENTÁRIOS SÃO LIDOS antes de serem publicados. E isso pode demorar. Portanto, aguarde.

Editores

João Lemes
Éder Alves
Nova Pauta