Apoiam este projeto:

sexta-feira, 14 de dezembro de 2018

Crime de Monte Alegre: julgamento será dia 18


Um dos crimes que mais abalou Santiago nos últimos anos terá desfecho na próxima semana. O Tribunal do Júri marcou para terça, 18, o julgamento dos réus Ricardo Silva da Silva, Marlon Ferreira Rosa e Vagner Gusmão Ferreira (Diabão) pelo homicídio triplamente qualificado de Hélio Garcia do Nascimento, em novembro de 2015 na localidade de Monte Alegre, interior de Santiago. No mesmo processo, Ricardo está sendo acusado de furto qualificado, tentativa de ocultação de cadáver, falsa comunicação de crime e porte ilegal de arma de fogo. Os três réus estão presos preventivamente.

Hélio Garcia do Nascimento.

O Crime – Hélio foi morto à noitinha do dia 23 de novembro no galpão de sua propriedade. Eles golpearam a vítima com uma descorneadeira (usado para cortar chifre de terneiro), colocaram na Saveiro e o sufocaram com sacos plásticos, matando por asfixia.

A motivação – No dia seguinte do crime, Ricardo roubou da propriedade de Hélio 57 vacas, 33 terneiros, um touro e uma égua, preenchendo o bloco de produtor rural da vítima, simulando uma compra e venda e guiou esses animais na Inspetoria Veterinária. No mesmo dia 24, à noite, Ricardo retornou na propriedade da vítima, pegou a camionete e tentou se livrar do veículo numa barroca. Não conseguindo, colocou fogo para ocultar o cadáver.


2 comentários:

  1. Depois de tanto tempo, em fim o julgamento, mas o que me preocupa em todos os sentidos, é a demora da justiça no nosso País, os processos fica anos e anos para depois serem julgado, só acho que deveria ser mais rápido.
    Renato Souza.

    ResponderExcluir

O Nova Pauta é um blog noticioso e crítico, portanto sua opinião é sempre bem-vinda. No entanto, seu comentário não será aceito se ele contiver conteúdo de de cunho racista, discriminatório, acusativo ou ofensivo de qualquer natureza contra pessoas e instituições;

E, de preferência, identifique-se. Mantenha o nível, mostre sua inteligência e contribua para um bom debate. Assim, sua crítica será bem recebida pelos leitores se você usar o poder do argumento.

É proibida a reprodução de parte ou do todo desta publicação sem a permissão dos seus autores.

Por fim: TODOS OS COMENTÁRIOS SÃO LIDOS antes de serem publicados. E isso pode demorar. Portanto, aguarde.

Editores

João Lemes
Éder Alves
Nova Pauta