Apoiam este projeto:

terça-feira, 29 de janeiro de 2019

Depois dessa do padre, nem o bispo salva a Vale

Assim como milhões de brasileiros, o padre Fábio de Melo se indignou com a tragédia que aconteceu na última semana depois do rompimento de uma barragem na região de Brumadinho, em Minas Gerais. Em seu Twitter, mostrou revolta contra a Vale, responsável pelo ocorrido que tirou a vida de dezenas de pessoas e com centenas de desaparecidos. Após a empresa divulgar que faria uma doação de 100 mil para cada uma das famílias das vítimas, o sacerdote desabafou na web.

"Doar? Um bandido entra na sua casa, rouba tudo o que você tem, mata pessoas da sua família, destrói o seu espaço emocional, memórias, depois ele volta e diz que vai deixar um dinheirinho para você recomeçar a vida. Que bandido caridoso", ironizou ele.

Fábio ainda continuou com as suas críticas na internet. "Alguns poderosos tendem a se interpretar como se interpretavam no passado os senhores de engenho. Carregam a pretensão de que são de uma casta superior, e consideram as pessoas que trabalham para gerar suas riquezas como escravas. Distribuem migalhas e se acham caridosos", escreveu o padre.

Um comentário:

  1. "Alguns poderosos tendem a se interpretar como se interpretavam no passado os senhores de engenho. Carregam a pretensão de que são de uma casta superior, e consideram as pessoas que trabalham para gerar suas riquezas como escravas". Distribuem migalhas e se acham caridosos", escreveu o padre.
    É, o padre tem toda a razão,isso vem acontecendo no Brasil há muitos anos, principalmente na política, exploram o povo, distribuem migalhas e se acham caridosos!

    ResponderExcluir

O Nova Pauta é um blog noticioso e crítico, portanto sua opinião é sempre bem-vinda. No entanto, seu comentário não será aceito se ele contiver conteúdo de de cunho racista, discriminatório, acusativo ou ofensivo de qualquer natureza contra pessoas e instituições;

E, de preferência, identifique-se. Mantenha o nível, mostre sua inteligência e contribua para um bom debate. Assim, sua crítica será bem recebida pelos leitores se você usar o poder do argumento.

É proibida a reprodução de parte ou do todo desta publicação sem a permissão dos seus autores.

Por fim: TODOS OS COMENTÁRIOS SÃO LIDOS antes de serem publicados. E isso pode demorar. Portanto, aguarde.

Editores

João Lemes
Éder Alves
Nova Pauta