Apoiam este projeto:

quarta-feira, 23 de janeiro de 2019

Matou uma motorista de aplicativo porque ela não quis fazer sexo com ele

Goiânia - Parislon Lopes dos Santos matou a motorista de aplicativo Vanusa da Cunha Ferreira após a vítima se negar a ter uma relação sexual com ele. À polícia, ainda disse que estuprou a mulher depois de matá-la. Vanusa era técnica em enfermagem e motorista nas horas vagas.

Na noite do crime, Parsilon esteve com a dupla Zé Luccas e Matheus – da qual ele se apresentava como empresário, mas não chegou a assinar contrato para um show.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O Nova Pauta é um blog noticioso e crítico, portanto sua opinião é sempre bem-vinda. No entanto, seu comentário não será aceito se ele contiver conteúdo de de cunho racista, discriminatório, acusativo ou ofensivo de qualquer natureza contra pessoas e instituições;

E, de preferência, identifique-se. Mantenha o nível, mostre sua inteligência e contribua para um bom debate. Assim, sua crítica será bem recebida pelos leitores se você usar o poder do argumento.

É proibida a reprodução de parte ou do todo desta publicação sem a permissão dos seus autores.

Por fim: TODOS OS COMENTÁRIOS SÃO LIDOS antes de serem publicados. E isso pode demorar. Portanto, aguarde.

Editores

João Lemes
Éder Alves
Nova Pauta