Apoiam este projeto:

sexta-feira, 8 de fevereiro de 2019

Leitora flagra veículo do Exército em vaga de deficiente

Santiago – A leitora Izabel Lacerda fotografou na manhã de quinta, 7, esse veículo do Exército estacionado na vaga exclusiva para cadeirante, na avenida Júlio de Castilhos, em frente ao QG. Ela disse que questionou e foi informada que foi apenas um desembarque. "Mas não foi, fiquei cuidando. Independentemente de ser carro oficial ou civil, a lei é para todos", diz ela.

8 comentários:

  1. Desembarque ? cadê o pessoal descendo da viatura ???

    ResponderExcluir
  2. Viatura goza de livre parada!

    ResponderExcluir
  3. E o estacionamento do mercado rede vivo que tem faixa pintada e ninguém obedece.

    ResponderExcluir
  4. O exército tem soberania nacional até porque vc não sabe o que eles estariam fazendo parado naquele lugar.

    ResponderExcluir
  5. Se é o cara ja tava 5 viatura do lado abordando e tacando multa

    ResponderExcluir
  6. Segundo o que prevê o artigo 29 do CTB carros do exército não se enquadram como viaturas de relevantes serviços e dessa forma na gozam de livre parada, pois não são autoridades de trânsito nem serviços de emergências como previsto na legislação brasileira.

    ResponderExcluir
  7. "vaga exclusiva para cadeirante" errado, vaga para Portadores de Necessidades Especiais.

    ResponderExcluir
  8. Estão errados e não existe justificativa. ok! Dito isso, é certo que a "denunciante" têm problemas oculares ou "particulares". Ora, eu vejo veículos estacionados em situações irregulares, quase que diariamente, e não lembro de nenhum questionamento da leitora Izabel. Abraço.

    ResponderExcluir

O Nova Pauta é um blog noticioso e crítico, portanto sua opinião é sempre bem-vinda. No entanto, seu comentário não será aceito se ele contiver conteúdo de de cunho racista, discriminatório, acusativo ou ofensivo de qualquer natureza contra pessoas e instituições;

E, de preferência, identifique-se. Mantenha o nível, mostre sua inteligência e contribua para um bom debate. Assim, sua crítica será bem recebida pelos leitores se você usar o poder do argumento.

É proibida a reprodução de parte ou do todo desta publicação sem a permissão dos seus autores.

Por fim: TODOS OS COMENTÁRIOS SÃO LIDOS antes de serem publicados. E isso pode demorar. Portanto, aguarde.

Editores

João Lemes
Éder Alves
Nova Pauta