Apoiam este projeto:

segunda-feira, 4 de março de 2019

Quer descanso? Venha para Santiago

(J.Lemes) Nunca vi a cidade tão calma. Até um cusquinho que ladrava e outro que uivava perto da minha casa se aquietaram. Os botecos que seguidamente eram cenários de tumultos, estão na santa paz.

Essa calmaria tem dois fatores preponderantes; a segurança em Santiago é ótima (Nem aqueles sons loucos pelas ruas tem se escutado - agora nem foguete mais soltam mais - ). E boa parte do povo ou se foi à praia ou para beira-rio.

Quem foi pro mato, se deu bem. A natureza é sempre acolhedora. Já quem foi à praia atrás de sol e de mar apenas, se deu mal, conforme a região. Porque encontrou muito trânsito e barulho.

Nas praias, além dos vendedores - cada um com seu estilo sonoro para chamar a atenção - há as correria de carro e o bendito som em altos brados, cada qual mais podre que o outro. Nesses locais a população veranista sofre sem ter muito o que fazer.

Em cidades como Jaguari - caso raro - o barulho foi intenso, mas é um ônus que  a cidade aceita em virtude do turismo que só aumenta, deixando lucros altíssimos. Tudo soma.

Mas, aos que não querem apenas sombra e água fresca e, sim, o tão sonhado silêncio, que venham morar em Santiago. Aqui tudo está tranquilo. Já se sabe que muitos estão vindo à procura de um bem cada dia mais precioso; a tranquilidade.

Um comentário:

O Nova Pauta é um blog noticioso e crítico, portanto sua opinião é sempre bem-vinda. No entanto, seu comentário não será aceito se ele contiver conteúdo de de cunho racista, discriminatório, acusativo ou ofensivo de qualquer natureza contra pessoas e instituições;

E, de preferência, identifique-se. Mantenha o nível, mostre sua inteligência e contribua para um bom debate. Assim, sua crítica será bem recebida pelos leitores se você usar o poder do argumento.

É proibida a reprodução de parte ou do todo desta publicação sem a permissão dos seus autores.

Por fim: TODOS OS COMENTÁRIOS SÃO LIDOS antes de serem publicados. E isso pode demorar. Portanto, aguarde.

Editores

João Lemes
Éder Alves
Nova Pauta