Apoiam este projeto:

quinta-feira, 18 de abril de 2019

Bilionária gaúcha doou 44 milhões para a França reconstruir a Catedral de Notre-Dame

A bilionária gaúcha Lily Safra doou 44 milhões para a reconstrução da Catedral de Notre-Dame, na França, parcialmente destruída por um incêndio.  “Nossos corações estão partidos pelo dano causado ao símbolo universal da herança de fé e de grandeza da França. Meu marido Edmond e eu sempre sentimos uma relação especial com o país e seus locais históricos, que incorporam sua arte e cultura”, Lily.

A gaúcha está entre as pessoas mais ricas do mundo e é conhecida por suas diversas atividades filantrópicas. A socialite foi casada com o banqueiro libanês naturalizado brasileiro Edmond Safra. Segundo a revista Forbes, a fortuna de Lily é estimada em  5 bilhões de reais.

O jornal francês Le Monde diz que a doação de Lily é uma das mais altas. Para se ter uma ideia, o valor é maior do que o enviado pelo Grupo Disney (39 milhões), que produziu a animação O Corcunda de Notre-Dame (1996). (Revista Veja)

4 comentários:

  1. BRINCADEIRA, OS BANQUEIROS SUGAM A RIQUEZA DA NAÇÃO E AJUDAM A FRANÇA. PODERIA TER MANDADO FAZER QUANTAS CASAS POPULARES PARAS OS DESALENTADOS GAÚCHOS E BRASILEIROS?

    ResponderExcluir
  2. Ao invés de estar dando dinheiro para reformar igrejas vão ajudar as pessoas e crianças que morrem de fome por falta de comida

    ResponderExcluir
  3. Engraçado que para aparecer esses milionário doam milhoes para um monte de pedra agora quando tem uma vida humana exemplo o caso daquela garotinha de sao luiz que precisava de muito menos para ter uma vida normal nao aparece nenhum .por isso que é mais facil um bandido entrarentrarno céu do que um rico

    ResponderExcluir
  4. Gente que tem dinheiro não se preocupa com os outros, eles querem é glamour!
    Uma véia dessas tem que morrer engasgada com uma moeda de 1 real!

    ResponderExcluir

O Nova Pauta é um blog noticioso e crítico, portanto sua opinião é sempre bem-vinda. No entanto, seu comentário não será aceito se ele contiver conteúdo de de cunho racista, discriminatório, acusativo ou ofensivo de qualquer natureza contra pessoas e instituições;

E, de preferência, identifique-se. Mantenha o nível, mostre sua inteligência e contribua para um bom debate. Assim, sua crítica será bem recebida pelos leitores se você usar o poder do argumento.

É proibida a reprodução de parte ou do todo desta publicação sem a permissão dos seus autores.

Por fim: TODOS OS COMENTÁRIOS SÃO LIDOS antes de serem publicados. E isso pode demorar. Portanto, aguarde.

Editores

João Lemes
Éder Alves
Nova Pauta