Apoiam este projeto:

quinta-feira, 4 de abril de 2019

Devagar, quebra-molas. Ligeiro, também!


Santiago – O vídeo acima mostra alguns carros e motos "voando" sobre um quebra-molas recém construindo na Tito Beccon, esquina do Mercado Central. A rua virou pista de corrida depois que passou a ser mão única e a solução encontrada pela Prefeitura são as chamadas "faixas elevadas". Outras estão sendo construídas na esquina do Centro Materno e na General Neto, perto do Zanga.

A propósito, alguém sabe quantos quebra-molas existem em Santiago?

6 comentários:

  1. *pra vv né, quantas pessoas causando inpredencia no trânsito de Santiago*

    ResponderExcluir
  2. IGNORO MUITAS DAS QUESTÕES DE SEGURANÇA (COMO ÍNDICES DE ACIDENTE OU REDUÇÃO DELES), MAS CREIO QUE ESSA "faixa elevada" FICOU PIOR, POIS OS CARROS ESTÃO LITERALMENTE VOANDO QUE ALTURA É ESSA BRASIL, E PELO VISTO SEM NENHUM TIPO DE SINALIZAÇÃO! E ESTA ARRISCADO PERDER O CONTROLE DO VEÍCULO!

    ResponderExcluir
  3. Essa altura esta dentro das normas? Em nenhum município é tão alto assim!

    ResponderExcluir
  4. Concordo com as lombadas, so que pelomenos sinalizem adequadamente,se passar em uma lombada a noite sem sinalização r
    E danificar meu carro vo pedir ondenização, claro se não estiver iluminada

    ResponderExcluir
  5. Sobre as faixas de segurança,são mal iluminadas, por isso que os acidentes que tem acontecido, principalmente Em frente ao guasso

    ResponderExcluir
  6. Sobre a iluminação, trocaram a luz que se diz o sol da meia da meia noite que ilumina muito mais por essa branca

    ResponderExcluir

O Nova Pauta é um blog noticioso e crítico, portanto sua opinião é sempre bem-vinda. No entanto, seu comentário não será aceito se ele contiver conteúdo de de cunho racista, discriminatório, acusativo ou ofensivo de qualquer natureza contra pessoas e instituições;

E, de preferência, identifique-se. Mantenha o nível, mostre sua inteligência e contribua para um bom debate. Assim, sua crítica será bem recebida pelos leitores se você usar o poder do argumento.

É proibida a reprodução de parte ou do todo desta publicação sem a permissão dos seus autores.

Por fim: TODOS OS COMENTÁRIOS SÃO LIDOS antes de serem publicados. E isso pode demorar. Portanto, aguarde.

Editores

João Lemes
Éder Alves
Nova Pauta