Apoiam este projeto:

segunda-feira, 3 de junho de 2019

Um homem que viveu à frente de seu tempo

(João Lemes) Meu primeiro contato com Oracy Dornelles (na foto comigo)  foi em função de um livro seu, cuja paginação estava sendo feita pelo nosso jornal. A cena da primeira vez que veio à redação ainda está bem viva na minha memória. O homem da boina preta e do cabelo branco e comprido, entrou pé ante pé e recostou-se à parede, ao lado do computador, onde seu livro era paginado. Oracy não ficou ali mais que 10 minutos e sumiu sorrateiro, da mesma maneira que entrou. Por tão tímido (ou xucro),  desnecessário dizer que não dirigiu a palavra a quase ninguém.

Na redação, com Márcio Brasil. 
Decorridos alguns dias daquela tímida visita, estou praticando a corrida de final de tarde e me cruzei com Oracy, que nem me olhou. Mas eu voltei e o cumprimentei.

- Como vai, seu Oracy?
- Vou bem. Mas você não é o João Lemes, diretor do Expresso?
Com aquela frase, nascia nossa amizade.

Daí em diante convivemos muito. Tudo graças ao amigo Márcio Brasil, seu eterno fã e que me fez ver o gênio que havia naquele cara ranzinza e raso nas palavras.
Estudando os astros. Foto histórica, de Márcio Brasil.

Hoje posso dizer com o maior orgulho; esse gênio muito colaborou com o nosso jornal e comigo, seja me ensinando trocadilhos, crônicas, críticas gerais. O Expresso ganhou muito com suas caricaturas e epitáfios etc. Também me sinto orgulhoso em poder tê-lo homenageado pela sua participação no Programa do Jô, onde mostrou seu circo de pulgas para o mundo.

O Brasil conheceu o domador de pulgas, mas ele queria mesmo era que o povo brasileiro soubesse de uma outra arte; não a de “domesticar” pulgas, não a de micropintor ou astrônomo... Ele queria  ser reconhecido como poesia.

Quem sabe agora alguma grande editora resolva fazer como foi feito com grandes gênios da humanidade, que só foram reconhecidos após a morte.

Parafraseando o Márcio, encerro essa fala: “Oracy, um homem que viveu à frente de seu tempo”.

Um comentário:

O Nova Pauta é um blog noticioso e crítico, portanto sua opinião é sempre bem-vinda. No entanto, seu comentário não será aceito se ele contiver conteúdo de de cunho racista, discriminatório, acusativo ou ofensivo de qualquer natureza contra pessoas e instituições;

E, de preferência, identifique-se. Mantenha o nível, mostre sua inteligência e contribua para um bom debate. Assim, sua crítica será bem recebida pelos leitores se você usar o poder do argumento.

É proibida a reprodução de parte ou do todo desta publicação sem a permissão dos seus autores.

Por fim: TODOS OS COMENTÁRIOS SÃO LIDOS antes de serem publicados. E isso pode demorar. Portanto, aguarde.

Editores

João Lemes
Éder Alves
Nova Pauta