Apoiam este projeto:

terça-feira, 26 de novembro de 2019

Vários animais foram envenenados em Santiago

Animais mortos no bairro Guabiroba no último domingo, dia 24. 
Várias mortes de animais (cães e gatos) por envenenamento foram registradas nos últimos dias em Santiago. Na sessão de segunda, 26, a vereadora Eva Müller, que também é veterinária e faz parte da Associação dos Protetores dos Animais, fez um alerta. "Enquanto estiverem envenenando só animais o pessoal não dá muita bola. Só que daqui a pouco, pelo tipo de veneno que colocaram, uma criança vai ser envenenada", disse.

Obs. Já houve caso anos atrás no bairro Bonato. Uma criança foi hospitalizada com sintomas de envenenamento.

Eva Müller informou que em um dos casos o veneno foi colocado dentro do pátio. Também alerta a população para que denuncie à Polícia Civil alguma desconfiança. "Anos atrás houve muitas denúncias anônimas para a Polícia e ela conseguiu chegar numa pessoa que contrabandeava esse tipo de veneno. No Brasil é proibida a venda de estricnina e outros tipos de venenos. Pelos sintomas que os animais apresentaram são venenos que são trazidos do Paraguai ou Uruguai" e que mata muito rápido”, alerta Eva.
Fones para denúncias: 3249- 9222 e 197 (Polícia Civil).

Um comentário:

  1. Muito interessante e inteligente a prefeitura solicitar compartilhamento das câmeras residenciais para ajudar na segurança... INCENTIVEM ISSO E VAMOS PEGAR ESSES ASSASSINOS!

    ResponderExcluir

O Nova Pauta é um blog noticioso e crítico, portanto sua opinião é sempre bem-vinda. No entanto, seu comentário não será aceito se ele contiver conteúdo de de cunho racista, discriminatório, acusativo ou ofensivo de qualquer natureza contra pessoas e instituições;

E, de preferência, identifique-se. Mantenha o nível, mostre sua inteligência e contribua para um bom debate. Assim, sua crítica será bem recebida pelos leitores se você usar o poder do argumento.

É proibida a reprodução de parte ou do todo desta publicação sem a permissão dos seus autores.

Por fim: TODOS OS COMENTÁRIOS SÃO LIDOS antes de serem publicados. E isso pode demorar. Portanto, aguarde.

Editores

João Lemes
Éder Alves
Nova Pauta