Apoiam este projeto:

terça-feira, 31 de dezembro de 2019

China condena cientista que modificou genoma de dois bebês

CURIOSIDADE NOVA PAUTA
O cientista que provocou polêmica ao anunciar os primeiros bebês geneticamente modificados foi condenado a três anos de prisão. He Jiankui anunciou em 2018 o nascimento de gêmeas com o DNA alterado para que pudessem resistir ao vírus HIV que o pai havia contraído, mas o governo chinês ordenou a suspensão de suas atividades. O tribunal considerou que ele buscava fama e lucro a violar a regulamentação sobre a pesquisa científica e a gestão da Medicina. Ao modificar o genoma, o cientista provocou outras mutações que serão transmissíveis aos descendentes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O Nova Pauta é um blog noticioso e crítico, portanto sua opinião é sempre bem-vinda. No entanto, seu comentário não será aceito se ele contiver conteúdo de de cunho racista, discriminatório, acusativo ou ofensivo de qualquer natureza contra pessoas e instituições;

E, de preferência, identifique-se. Mantenha o nível, mostre sua inteligência e contribua para um bom debate. Assim, sua crítica será bem recebida pelos leitores se você usar o poder do argumento.

É proibida a reprodução de parte ou do todo desta publicação sem a permissão dos seus autores.

Por fim: TODOS OS COMENTÁRIOS SÃO LIDOS antes de serem publicados. E isso pode demorar. Portanto, aguarde.

Editores

João Lemes
Éder Alves
Nova Pauta