Apoiam este projeto:

segunda-feira, 30 de dezembro de 2019

Flávio Bolsonaro e mais 11 senadores se negam a informar sobre gastos

A decisão do presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), de manter em sigilo as notas que justificam seus gastos com cota parlamentar passou a ser seguida por mais 12 senadores, incluindo Flávio Bolsonaro (à direita), filho do presidente Bolsonaro. Eles negaram pedidos via Lei de Acesso à Informação com a mesma justificativa. A recusa se baseia num parecer de 2016, produzido na gestão de Renan Calheiros (MDB-AL). O documento afirma que qualquer senador pode se negar a apresentar uma nota fiscal, quando julgar necessário, por questões que envolvem a sua própria segurança.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O Nova Pauta é um blog noticioso e crítico, portanto sua opinião é sempre bem-vinda. No entanto, seu comentário não será aceito se ele contiver conteúdo de de cunho racista, discriminatório, acusativo ou ofensivo de qualquer natureza contra pessoas e instituições;

E, de preferência, identifique-se. Mantenha o nível, mostre sua inteligência e contribua para um bom debate. Assim, sua crítica será bem recebida pelos leitores se você usar o poder do argumento.

É proibida a reprodução de parte ou do todo desta publicação sem a permissão dos seus autores.

Por fim: TODOS OS COMENTÁRIOS SÃO LIDOS antes de serem publicados. E isso pode demorar. Portanto, aguarde.

Editores

João Lemes
Éder Alves
Nova Pauta