Apoiam este projeto:

sexta-feira, 3 de janeiro de 2020

Idosa fica gravemente ferida após atropelamento

Santiago registrou nesta sexta (3) mais um grave acidente. Desta vez foi na Pinheiro Machado, esquina com a Miscelânea. Uma senhora (69 anos) estava atravessando a faixa quando foi atropelada por uma Hilux. Maria Helena Silveira foi socorrida pelos bombeiros e levada ao hospital. Seu estado é gravíssimo, conforme a direção do Grupo Hospitalar Santiago. A idosa sofreu traumatismo cranioencefálico grave. Conforme a médica Sônia Nicola, a paciente precisa de cirurgia e será transferida, provavelmente para Cruz Alta. A transferência depende da confirmação de um leito. (foto: reprodução rede social).

9 comentários:

  1. São poucos motoristas que respeitam a faixa de segurança.... A gente tem que estar atento.... Isso é lastimável..

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Já fiz um comentário a respeito, tanto o pedestre quanto o motorista, os dois estão cada dia respeitando menos as faixas e respectivamente , infelizmente causará esses tipo de tragédia..que é lamentável para uma cidade que leva o nome de Educadora.

      Excluir
  2. Que tristeza!
    Não sei em que condições aconteceu esse acidente, mas os pedestres de Santiago, estão cada vez mais sendo desrespeitados, na faixa, fora dela, em estacionamentos, é uma VERGONHA!
    Essa cidade não ter a atuação incisiva dos guardas de trânsito.

    ResponderExcluir
  3. Infelizmente o trânsito em Santiago é algo a ser estudado.Perece ter um código próprio inventado só para Santiago kkkk

    ResponderExcluir
  4. A lei existe para todos. E ela é clara, o pedestre TEM que esperar que o motorista o veja e PARE. Só assim atravesse. Caso contrário, da nisso.

    ResponderExcluir
  5. Aqui sim está claro um culpado! Alguém atropelou uma senhora na faixa de segurança, usando seu direito de se sentir segura, sendo está a intencionalidade das faixas referidas, de dar segurança ao pedestre!
    Neste acidente percebemos o que se denomina “a culpa consciente” que é quando a pessoa sabe do risco, mas - por negligência, imprudência, alta velocidade ou ainda atender e passar mensagens no celular enquanto dirige - acha que não produzirá um acidente como resultado. É o caso da pessoa que acha que tem condições de beber e dirigir, atender celular e dirigir, ultrapassar os limites de velocidade e não acontecer nada, um dia acontece: ele comete o crime não porque assumiu o risco - o que seria dolo eventual - mas porque achou que tinha o controle da direção e de suas ações, que não tinha (culpa consciente).
    É preciso que as leis sejam cumpridas com rigor, pois a sensação de impunidade no transito está matando mais do que a Guerra do Iraque.

    ResponderExcluir
  6. Isso é uma falta de respeito com os idosos é difícil quem respeita a faixa de segurança o que que adianta fazerem faixas se não tem segurança nenhuma .

    ResponderExcluir
  7. Pedestres motoristas vão ter que se consientisar por q ta ficando complicado sao acidentes todos os dias só depende da educação de todos

    ResponderExcluir
  8. Os motoristas, em sua grande maioria, na cidade de Santiago não respeitam a legislação do trânsito, além de imprudentes, são desrespeitosos com os outros motoristas que respeitam a legislação e com os pedestres.
    Existe também bastante pedestre que não usam a faixa, isso não podemos negar. Mas se o motorista for atento e respeitar principalmente o limite de velocidade permitido, evita fatalidades.

    ResponderExcluir

O Nova Pauta é um blog noticioso e crítico, portanto sua opinião é sempre bem-vinda. No entanto, seu comentário não será aceito se ele contiver conteúdo de de cunho racista, discriminatório, acusativo ou ofensivo de qualquer natureza contra pessoas e instituições;

E, de preferência, identifique-se. Mantenha o nível, mostre sua inteligência e contribua para um bom debate. Assim, sua crítica será bem recebida pelos leitores se você usar o poder do argumento.

É proibida a reprodução de parte ou do todo desta publicação sem a permissão dos seus autores.

Por fim: TODOS OS COMENTÁRIOS SÃO LIDOS antes de serem publicados. E isso pode demorar. Portanto, aguarde.

Editores

João Lemes
Éder Alves
Nova Pauta