Apoiam este projeto:

segunda-feira, 27 de janeiro de 2020

Quem disse que médicos não são condenados?

Médico de Itaqui é condenado a mais de 35 anos por cobrar cesarianas cobertas pelo SUS. Outro médico foi considerado culpado por corrupção e estelionato contra o SUS

Um recebeu pena de 35 anos em regime inicial fechado. O outro pegou 1 ano e 6 meses, pena substituída por prestação de serviços e multa.

Lucro de quase um milhão
Eles mantinham o esquema de 1990 até 2016, quando passou a ser investigado. O grupo recebia duas vezes: uma pelas pacientes e outra pelo SUS. Como o SUS apenas autoriza cesáreas de urgência, os profissionais enganavam o sistema para poder realizar o procedimento. Calcula-se que os médicos chegaram a receber quase 1 milhão.

Sequelas - Algumas até retardaram o parto por causa das negociações com o médico, o que causou sequelas irreversíveis nos bebês. (G1 RS)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O Nova Pauta é um blog noticioso e crítico, portanto sua opinião é sempre bem-vinda. No entanto, seu comentário não será aceito se ele contiver conteúdo de de cunho racista, discriminatório, acusativo ou ofensivo de qualquer natureza contra pessoas e instituições;

E, de preferência, identifique-se. Mantenha o nível, mostre sua inteligência e contribua para um bom debate. Assim, sua crítica será bem recebida pelos leitores se você usar o poder do argumento.

É proibida a reprodução de parte ou do todo desta publicação sem a permissão dos seus autores.

Por fim: TODOS OS COMENTÁRIOS SÃO LIDOS antes de serem publicados. E isso pode demorar. Portanto, aguarde.

Editores

João Lemes
Éder Alves
Nova Pauta