Apoiam este projeto:

terça-feira, 11 de fevereiro de 2020

Caso Marielle: perícia conclui; voz que citou Bolsonaro não é do porteiro

RIO - A Polícia concluiu em perícia que a voz do porteiro que liberou a entrada do ex-policial militar Élcio de Queiroz no condomínio onde mora a família Bolsonaro no dia do assassinato da vereadora Marielle não é a do funcionário que citou o presidente Bolsonaro. Quem deu autorização para a entrada de Queiroz foi o policial reformado Ronnie Lessa. Os dois estão presos sob a acusação de terem cometido o assassinato em 2018. Não foi constatada também nenhuma edição no áudio da portaria.

Um comentário:

O Nova Pauta é um blog noticioso e crítico, portanto sua opinião é sempre bem-vinda. No entanto, seu comentário não será aceito se ele contiver conteúdo de de cunho racista, discriminatório, acusativo ou ofensivo de qualquer natureza contra pessoas e instituições;

E, de preferência, identifique-se. Mantenha o nível, mostre sua inteligência e contribua para um bom debate. Assim, sua crítica será bem recebida pelos leitores se você usar o poder do argumento.

É proibida a reprodução de parte ou do todo desta publicação sem a permissão dos seus autores.

Por fim: TODOS OS COMENTÁRIOS SÃO LIDOS antes de serem publicados. E isso pode demorar. Portanto, aguarde.

Editores

João Lemes
Éder Alves
Nova Pauta