Apoiam este projeto:

segunda-feira, 24 de fevereiro de 2020

Cenas que marcaram o fim de semana

Por que alguém é contra o Carnaval?

Rio - A Mangueira exibiu as diversas faces de Cristo e perguntou como seria se Ele voltasse. O principal pedido foi por respeito, tolerância, e pelo fim da hipocrisia religiosa. Jesus surgiu como mulher, índio, um menino negro com cabelos tingidos, com balas alojadas ao corpo, mostrando o genocídio indígena, o feminicídio, e os termos “bandido bom é bandido morto”.

Obs. Será que Deus ainda é Brasileiro? E se for, será que gostou do Carnaval?

O mundo se assusta com o coronavírus
Já são 2.600 mortes na China e mais de 76 mil infectados. A Organização Mundial de Saúde tema por uma pandemia  (quando fica muito fácil a transmissão entre as pessoas)

O vírus já matou na Itália, já está no Irã, Japão, Coreia do Norte... A chegada do inverno preocupa ainda mais.

A economia é impactada. Fábricas da Samsung e da Apple  já restringiram serviços.

O mundo todo depende da China até para comprar roupas. A China depende do mundo para receber comida. 

Na Itália, há falta de itens em supermercados. Diante disso, muitos já começam a estocar comida.

Máscaras sempre foram itens disputados na China. São usadas não apenas para impedir a transmissão de vírus em meio a infecções, como as de gripe, como para se proteger da poluição e até mesmo para manter a maquiagem.

Cenas inéditas
Com estoques esgotados por conta da grande procura em meio ao surto de coronavírus, muitos estão recorrendo a ideias pouco convencionais. Garrafas pet de tamanho grande com a base cortada viram uma espécie de máscara adicional. E copos de papel ganham furos e viram máscaras para cachorros.

Máscara resolve?
No mundo todo, há uma corrida atrás de máscaras. O produto está esgotado em shoppings on-line e nas lojas da Califórnia a Pequim. A eficácia contra o surto que matou mais de 130 pessoas permanece incerta.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O Nova Pauta é um blog noticioso e crítico, portanto sua opinião é sempre bem-vinda. No entanto, seu comentário não será aceito se ele contiver conteúdo de de cunho racista, discriminatório, acusativo ou ofensivo de qualquer natureza contra pessoas e instituições;

E, de preferência, identifique-se. Mantenha o nível, mostre sua inteligência e contribua para um bom debate. Assim, sua crítica será bem recebida pelos leitores se você usar o poder do argumento.

É proibida a reprodução de parte ou do todo desta publicação sem a permissão dos seus autores.

Por fim: TODOS OS COMENTÁRIOS SÃO LIDOS antes de serem publicados. E isso pode demorar. Portanto, aguarde.

Editores

João Lemes
Éder Alves
Nova Pauta