Apoiam este projeto:

sexta-feira, 7 de fevereiro de 2020

Estado: Mourão reabre divisão militar desativada por Dilma

A divisão havia sido desativada em 2014 por Dilma, desagradando a ala militar

O vice-presidente Hamilton Mourão participou da cerimônia de reabertura da 6ª Divisão de Exército no 19º Batalhão de Infantaria Motorizado, em São Leopoldo. Por decreto, a divisão havia sido desativada em 2014 pela ex-presidente Dilma em meio a um processo de "transformação, modernização e reorganização" do Exército, desagradando a ala militar. Em gesto às Forças Armadas, o presidente Bolsonaro atendeu a reivindicação da categoria e reverteu a medida. (Zero Hora)

4 comentários:

  1. Muito bem, e assim que se governa trabalhando na reestruturação eficiente, eficas da reestruturação de um país

    ResponderExcluir
  2. É pra aumentar as despesas do Brasil com os "PARASITAS??

    ResponderExcluir
  3. Parabéns 6.A Divisão, Parabéns São Leopoldo, Parabéns Pres.Bolsonaro, Parabéns General VP Mourão, salve toda a Tropa!!!

    ResponderExcluir
  4. Dilma desativou p... nenhuma: a 6ª DE foi tranformada em Comando de Artilharia há alguns anos englobando o comando das mesma Unidades subordinadas à Divisão. Com a estruturação, em definitivo, do Forte Santa Bárbara, em Formosa-GO, o Comando de Artilharia foi transferido para aquele Estado. Por isso que a 6ª Divisão foi reativada englobando as Brigadas de Pelotas e Bagé.

    ResponderExcluir

O Nova Pauta é um blog noticioso e crítico, portanto sua opinião é sempre bem-vinda. No entanto, seu comentário não será aceito se ele contiver conteúdo de de cunho racista, discriminatório, acusativo ou ofensivo de qualquer natureza contra pessoas e instituições;

E, de preferência, identifique-se. Mantenha o nível, mostre sua inteligência e contribua para um bom debate. Assim, sua crítica será bem recebida pelos leitores se você usar o poder do argumento.

É proibida a reprodução de parte ou do todo desta publicação sem a permissão dos seus autores.

Por fim: TODOS OS COMENTÁRIOS SÃO LIDOS antes de serem publicados. E isso pode demorar. Portanto, aguarde.

Editores

João Lemes
Éder Alves
Nova Pauta