Apoiam este projeto:

sexta-feira, 14 de fevereiro de 2020

#RSNOBURACO vai cobrar melhorias em nossas estradas

"De buraco estamos estamos cheios.Queremos é SOLUÇÃO”. Presidente do CES, Juliano Bernardi
Numa iniciativa do Centro Empresarial de Santiago, foi criada a campanha #RSNOBURACO para chamar a atenção do governo do Estado sobre as péssimas condições das rodovias 168 (48Km entre Santiago e Bossoroca) e 377 (40Km entre a BR 287 e São Chico e 42Km entre Capão do Cipó e Santa Tecla). O lançamento ocorreu na noite de quinta (13), no auditório do CES, para entidades, imprensa e lideranças.

Conforme o presidente do Centro Empresarial, Juliano Bernardi, a campanha tem vários pontos de ataques e um deles é o engajamento nas redes sociais através do #RSNOBURACO. "Pedimos à população e quem trafega nas estradas para que faça um um depoimento e marque a hashtag para que a gente consiga ganhar corpo na campanha, chegar até Porto Alegre e fazer uma reclamação bem consistente", diz Juliano. A ideia é instalar outdoors na capital.

“Essa mobilização é urgente e precisa de todo o apoio da comunidade regional para que nossos governantes percebam o caos que estamos vivenciando. De buraco estamos estamos cheios. Queremos é solução”, reforçou o empresário Juliano, lembrando que tudo está indo para o buraco: nossos impostos, a saúde, educação...

Um comentário:

  1. MAURO TADEU HOFFMANN14 de fevereiro de 2020 15:59

    É UM ABSURDO, UM ESCÂNDALO, O DESCASO QUE OCORRE COM A RS 168. É INIMAGINÁVEL COMO VAI SER ESCOAR A SAFRA QUE APROXIMA.

    ResponderExcluir

O Nova Pauta é um blog noticioso e crítico, portanto sua opinião é sempre bem-vinda. No entanto, seu comentário não será aceito se ele contiver conteúdo de de cunho racista, discriminatório, acusativo ou ofensivo de qualquer natureza contra pessoas e instituições;

E, de preferência, identifique-se. Mantenha o nível, mostre sua inteligência e contribua para um bom debate. Assim, sua crítica será bem recebida pelos leitores se você usar o poder do argumento.

É proibida a reprodução de parte ou do todo desta publicação sem a permissão dos seus autores.

Por fim: TODOS OS COMENTÁRIOS SÃO LIDOS antes de serem publicados. E isso pode demorar. Portanto, aguarde.

Editores

João Lemes
Éder Alves
Nova Pauta