Apoiam este projeto:

terça-feira, 17 de março de 2020

Virada de mesa: Janaina Paschoal diz se arrepender de voto e pede afastamento de Bolsonaro

Deputada estadual afirmou que o presidente cometeu um crime contra a saúde pública ao ter confraternizado com manifestantes num ato de domingo. A deputada estadual Janaina Paschoal (PSL-SP) afirmou em São Paulo que o presidente deve ser afastado após ter endossado e participado das manifestações. Janaina classificou a decisão de Bolsonaro de confraternizar com apoiadores em frente ao Palácio do Planalto como um “crime contra a saúde pública” em meio à pandemia do coronavírus.

Bolsonaro associa pandemia 
a plano de governo chinês
O presidente está convencido de que a pandemia faz parte de um plano de recuperação econômica do governo chinês. Segundo o colunista Tales Faria, do UOL, a declaração foi feita a assessores e políticos mais próximos. A teoria da conspiração, importada da internet  e compartilhada pelo presidente e seus filhos, diz que toda vez que a China tem problemas econômicos, uma grande doença aparece. O presidente cita a gripe aviária e suína como exemplos de outras pandemias parecidas.


Exame de sanidade?
Miguel Reale Júnior defende que junta médica avalie sanidade mental de Bolsonaro. Um dos autores do pedido de impeachment contra a presidente Dilma Rousseff, o jurista Miguel Reale Júnior, defendeu que o Ministério Público peça que o presidente seja submetido a uma junta médica para saber se ele teria sanidade mental para o exercício do cargo.



PUBLICIDADE:
RESTAURANTE DO MÁRIO

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O Nova Pauta é um blog noticioso e crítico, portanto sua opinião é sempre bem-vinda. No entanto, seu comentário não será aceito se ele contiver conteúdo de de cunho racista, discriminatório, acusativo ou ofensivo de qualquer natureza contra pessoas e instituições;

E, de preferência, identifique-se. Mantenha o nível, mostre sua inteligência e contribua para um bom debate. Assim, sua crítica será bem recebida pelos leitores se você usar o poder do argumento.

É proibida a reprodução de parte ou do todo desta publicação sem a permissão dos seus autores.

Por fim: TODOS OS COMENTÁRIOS SÃO LIDOS antes de serem publicados. E isso pode demorar. Portanto, aguarde.

Editores

João Lemes
Éder Alves
Nova Pauta